terça-feira, 29 de abril de 2014

O ALENTEJANO VAI AO MÉDICO

Um alentejano entrou na sala de espera de um consultório médico. Ao aproximar-se da mesa da recepção, a recepcionista dirige-lhe a palavra:
- Bom dia senhor, qual o seu problema?
Diz o alentejano:
- O mê problema é no pénis.
A recepcionista ao ouvir o alentejano, irritou-se e pregou-lhe uma descompostura:
- O senhor não devia dizer uma coisa dessas numa sala de espera tão cheia! Está a causar embaraço aos outros presentes! São pessoas de fino porte, educadas…O senhor devia ter dito por exemplo, que estava com um problema na orelha e depois já dentro do consultório, contava os detalhes ao doutor.
O alentejano sentindo-se humilhado, retirou-se da sala, voltou à rua, recompôs-se e regressou à sala de espera predisposto a corrigir a má impressão causada.
A recepcionista ao vê-lo de regresso sorriu e colaborante, perguntou:
- Muito bom dia senhor, qual o seu problema?
Diz o alentejano:
- Estou com um problema na orelha!
A recepcionista rejubilou num indisfarçável aceno de aprovação e sorrindo triunfante, prosseguiu:
- E diga-me, qual é o problema da sua orelha?
Responde o alentejano:
- Porra! Arde muito, quando mijo.

2 comentários:

Artur Sousa disse...

Dom Carlos, deixe ficar assim com a letra 'BOLD' que é para os velhotes poderem ler melhor, agreed?
Abração!

Tintinaine disse...

Why not?